Pela quinta vez consecutiva, a Petrobras manteve inalterado preço da gasolina nas refinarias. Com isso, o preço do litro se manterá em R$ 2,2159 nesta quinta (04/10). Na quinta-feira da semana passada (27), o último ajuste foi realizado quando a empresa reduziu em 0,99% preço do combustível. Em março deste ano, a empresa mudou sua forma de anunciar os reajustes, e passou a divulgar preços do litro da gasolina e do diesel vendidos pela companhia nas refinarias — e não mais os percentuais. Quanto ao diesel, a Petrobras informou na sexta-feira que o preço médio nas refinarias passaria de R$ 2,2964 por litro para R$ 2,3606 a partir de 30 de setembro -um aumento de 2,8%. O valor está inserido no âmbito do terceiro período da terceira fase do programa de subvenção econômica do diesel, e tem duração até 29 de outubro. O preço foi estabelecido conforme metodologia da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em resolução de agosto deste ano. O programa de subvenção ao diesel foi criado pelo governo após a greve dos caminhoneiros, no fim de maio. Uma das principais reivindicações da categoria era redução no preço do diesel. A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior periodicidade, inclusive diariamente. Desde o início da nova metodologia, o preço da gasolina nas refinarias acumula alta de 68,59% e, o do diesel, valorização de 74,21%. Fonte: Valor Econômico