Em apoio à campanha Outubro Rosa, que visa alertar sobre os riscos do câncer de mama e conscientizar a população da importância do diagnóstico precoce, o Sindicato confeccionou adesivos para os postos do DF distribuírem aos consumidores. A campanha que permanecerá durante todo este mês dedicado à prevenção da doença.

Conscientização

O movimento de conscientização sobre a doença, conhecido como Outubro Rosa, começou nos Estados Unidos, na década de 1990. O rosa remete à cor do laço que simboliza a luta contra a doença. O objetivo é estimular a participação da população e compartilhar informações, para aumentar o acesso a diagnósticos precoces e diminuir a mortalidade. O movimento chegou ao Brasil em 2008, por iniciativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Apesar de mais raro, o câncer de mama também acomete homens.

Confira, abaixo, quais são os fatores de risco envolvidos, como prevenir e quais as principais estratégias de tratamento dos cânceres de mama e de colo do útero:

Câncer de mama

O que é câncer de mama?

É uma doença causada pela multiplicação de células da mama, formando um nódulo, que pode evoluir para um tumor maligno.

Qual é a melhor defesa contra o câncer de mama?

A melhor maneira é a detecção precoce. A descoberta da doença no início e a realização do tratamento adequado possibilitam maiores chances de cura.

Quem deve fazer os exames da mama periodicamente?

A Cassi orienta a realização da mamografia a cada dois anos para as participantes com idade entre 50 e 69 anos, segundo as melhores evidências científicas.

O que é mamografia?

A mamografia é um tipo de radiografia especial (raios-x) para avaliação das mamas. Esse tipo de exame pode detectar nódulos, mesmo que ainda não sejam palpáveis.

Como é realizado o exame de mamografia?

É muito simples e sem risco de complicações. O exame dura aproximadamente 45 minutos. Você ficará em pé de frente à máquina de raios-x, apoiará uma das mamas em uma pequena plataforma enquanto ela será radiografada.

A mulher tem probabilidade maior de ter câncer de mama se existir caso na família?

Caso haja histórico familiar (parentes de primeiro grau) é necessário procurar o médico para avaliar o risco de desenvolvimento da doença e verificar a periodicidade de realização dos exames.

O que mais a mulher pode fazer para se cuidar?

Outros cuidados ajudam na prevenção de doenças, inclusive do câncer, como manter uma alimentação balanceada, realizar atividade física, controlar o peso, evitar o fumo e não abusar de bebidas alcoólicas.

Câncer do colo do útero

O que é câncer do colo do útero?

São tumores malignos que crescem na região do colo do útero. Esses tumores são desencadeados a partir de lesões que podem ser curadas quando identificadas no início.

Qual a melhor defesa contra o câncer do colo do útero?

A realização do exame preventivo, conhecido como Papanicolau, permite detectar e tratar adequadamente as lesões precursoras do câncer, evitando assim a evolução para uma característica de malignidade. Além disso, é importante informar-se sobre sexo seguro e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

O que pode causar a doença?

A infecção persistente pelo Papiloma Vírus Humano (HPV) é a principal causa do câncer do colo do útero. O HPV é transmitido sexualmente.

Como identificar os sintomas?

A doença é de evolução lenta e pode ser assintomática, por isso, é muito importante a realização periódica do exame preventivo (Papanicolau).

O que é Papanicolau?

É um exame rápido e sem dor para a maioria das mulheres. Durante o exame, é coletado material do colo do útero para análise laboratorial. Não há contraindicação para a realização do exame de Papanicolau.