Em agosto, o consumo de etanol hidratado no Brasil bateu novo recorde ao atingir 1,818 bilhão de litros, alta de 13,2% sobre o volume demandado em julho. Se comparado com o resultado de agosto de 2017, a alta no consumo do biocombustível chega a 48,9%.

No resultado do acumulado do ano (de janeiro a agosto) o consumo de hidratado atingiu 11,509 bilhões de litros, elevação de 41,8% sobre o resultado obtido em mesmo período de 2017.

As informações são da DATAGRO Consultoria, que estima que a demanda pelo etanol continuará em alta para os próximos meses, especialmente em outubro, quando o mercado espera um novo recorde na venda de etanol hidratado pelos postos.

A alta procura pelo etanol pode ser explicada pelo preço do biocombustível mais vantajoso em relação à gasolina. O etanol está mais barato em Mato Grosso (57,83%), São Paulo (59,83%), Minas Gerais (60,74%), Goiás (60,04), Paraná (64,30%), Rio de Janeiro (67,00%), além do Distrito Federal (68,85%). Fonte: UDOP