A Petrobras aumentou em 0,98% preço da gasolina nas refinarias. Com a elevação, o preço do litro do combustível passará de R$ 2,2294 para R$ 2,2514 entre esta quinta-feira (13) e amanhã (14). Ontem (12), a empresa elevou em 1,01% o preço do produto. Em março deste ano, a empresa mudou sua forma de anunciar os reajustes, e passou a divulgar preços do litro da gasolina e do diesel vendidos pela companhia nas refinarias — e não mais os percentuais. Quanto ao diesel, no fim de agosto, a estatal anunciou alta média de 13,03% no preço do produto nas refinarias do país, depois que a Agência Nacional do Petróleo (ANP) determinou os novos preços de comercialização do diesel com aumentos entre 10,55% e 14,43%. Com o reajuste, o preço do combustível passou a 2,2964 o litro nas refinarias, na média nacional. O preço será mantido até 29 de setembro. Antes do anúncio da estatal sobre o aumento do diesel, o preço permanecia estável em R$ 2,0316 por litro desde 1º de junho, quando a estatal reduziu em R$ 0,07 o valor. O compromisso foi originado da greve dos caminhoneiros, no fim de maio. Uma das principais reivindicações da categoria era redução no preço do diesel. A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior periodicidade, inclusive diariamente. Desde o início da nova metodologia, o preço da gasolina nas refinarias acumula alta de 71,28% e, o do diesel, valorização de 69,46%. Fonte: Valor Econômico