A Petrobras Distribuidora (BR) teve lucro líquido de R$ 263 milhões no segundo trimestre deste ano, 3,75 vezes (275,7%) superior ao lucro de R$ 70 milhões no segundo trimestre de 2017, segundo dados enviados à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na noite desta quarta-feira. Os valores referem-se ao atribuível aos controladores. Segundo comunicado da empresa, o crescimento reflete melhores margens de comercialização e incremento do resultado financeiro. No trimestre abril-junho, a companhia teve aumento da receita líquida em todos os segmentos, um incremento de 21,2%, em relação ao mesmo período de 2017. A receita líquida passou de R$ 19,475 bilhões para R$ 23,597 bilhões entre os dois períodos. De acordo com a empresa, o incremento na receita é explicado pelos maiores preços médios de venda dos produtos. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado alcançou R$ 508 milhões no segundo trimestre deste ano, aumento de 5,6% na comparação com o mesmo período de 2017 (R$ 481 milhões). A margem Ebitda ajustada ao fim do segundo trimestre deste ano foi de R$ 50/m³, de R$ 46/m³ em igual período de 2017, incremento de 10,2%, com destaque para o segmento de aviação, que apresentou um aumento de 135,3% na comparação entre os dois períodos, alcançando R$ 129/m³. Fonte: Valor Econômico